Your address will show here +12 34 56 78
Dicas, Good Ads

Realmente parece que creditar imagens é algo difícil. Mas só parece. Na verdade é muito simples e exige apenas alguns detalhes a se atentar quando se coloca os devidos créditos a uma imagem.

Afinal, como fazer esse correto crédito às imagens? Quais são livres para uso? Quais posso usar para ilustrar? Como saber se posso usar? 

Calma! A agência de marketing digital de São Carlos, Good Ads, te dá aquela força. Vamos lá aprender? Confia que é simples!

Creditar imagens e ser uma pessoal legal na internet

Existem vários tipos de imagens na internet e várias delas podem ser alocadas em categorias, por assim dizer. Pode existir a Reprodução, a Divulgação, a Ilustração e ainda as de Direitos Livres Para Uso Comercial.

Basicamente elas se dividem entre estas quatro categorias, então, como creditar tais imagens? Vamos verificar!

Primeiro caso: tenho todas as informações da imagem

Sei quem é o autor, de onde veio, é liberada para uso comercial e o autor deixou claro que é possível utilizá-la sem problemas. Ótimo! Basta utilizar um padrão, como (João Silva via Site do João), sempre fazendo o hiperlink para o site na própria imagem.

Segundo caso: foto encontrada no Pinterest

Pinterest, Tumblr, We Heart It e Google Imagens são apenas repositórios (detalhe para esta palavra) de imagens. Ou seja, não possuem qualquer ligação com a pessoa que detém os direitos da imagem original.

Nada de colocar (via Pinterest) ou (via Google Imagens), por favor! Baixar a imagem e utilizar o mecanismo de busca do Google por imagens já basta para facilmente encontrar a origem da fotografia.

Ainda na dúvida de utilizar? A dica é: não use. Melhor pecar por perder do que por usar algo indevidamente.

Terceiro caso: bancos de imagens como Pixabay, Flickr e Pexels

Aqui, diferentemente do Tumblr e do Pinterest, por exemplo, são bancos de imagens, ou seja, depósitos online para que fotógrafos exponham seu trabalho.

Nestes casos, cada imagem é uma avaliação diferente, pois, apesar de possuírem imagens livres para uso, algumas restrições são impostas, como:

  • All rights reserved (Todos os Direitos Reservados), ou seja, não se pode utilizar sem pagar pelo uso;
  • Atribuição Requerida Não-Comercial, ou seja, quando se pode utilizar mas não para fins comerciais ou lucrativos;
  • Atribuição Não-Requerida e Grátis para uso Comercial, ou seja, é permitido utilizar no seu site, blog ou vídeo;

Para creditar imagens que são de uso não-comercial, basta creditar Nome do Autor/Usuário seguido de Reprodução. Exemplo: (Reprodução/Flickr/João da Silva) ou (Reprodução/Flickr/john_legend123).

Enquanto isso, para imagens as quais a atribuição não é requerida e o uso comercial liberado, basta, por gentileza e mera formalidade, creditar (Reprodução/Flickr) ou (Reprodução/Pixabay), sem a necessidade do nome da pessoa ou usuário.

Quarto caso: imagens de filmes e séries

As imagens de filmes e séries devem ser apenas utilizadas quando quando divulgadas por studios de filmagem. Todo filme sempre tem imagens de divulgação, que são destinadas, comumente, à imprensa.

Estas imagens são tidas como Imagens de Divulgação. Dessa maneira, deve-se creditar os studios de produção do filme e a inserção da identificação de que se trata de uma divulgação. Exemplo: (Divulgação/Disney Studios). 

Quinto caso: screenshots do YouTube

Você sabia que screenshots de um frame do YouTube, Facebook, Twitter ou Instagram são permitidos para uso livre? Contudo, há alguns casos que são necessários a atenção:

  • Primeiro: o vídeo é de um canal verificado?
  • Segundo: este canal verificado foi o que produziu o conteúdo?

Caso as respostas sejam afirmativas para ambas as perguntas, então é sim permitido utilizar as imagens. Um exemplo é o canal da NBA, que muitas vezes disponibiliza vídeos gerados em 4K, o que permite uma imagem de qualidade para ilustrar no seu site.

Os créditos devem ser dados, conferindo o fato de ser um conteúdo reproduzido, do local que foi retirado, o nome do canal e, de preferência, uma linkagem para o conteúdo. Exemplo: (Reprodução/YouTube/NBA

Sexto caso: imagens de fontes oficiais

Fontes oficiais são, geralmente, sites ligados a governos. No Brasil, temos a Agência Brasil, site que disponibiliza imagens do presidente, ministros, deputados e senadores. 

Para o crédito às imagens, basta garantir que trata de um conteúdo reproduzido e indicar o nome do fotógrafo vinculado à Agência Brasil. Exemplo: (Fernando Frazão/Agência Brasil). 

As imagens governamentais oficiais podem ser reproduzidas livremente por terceiros, sendo necessária apenas a indicação da fonte.

Sétimo caso: artes produzidas por terceiros

Artes produzidas por terceiros só podem ser utilizadas quando previamente autorizadas. Jamais se deve utilizar uma imagem produzida por outra pessoa na internet, mesmo que você esteja no Brasil e ela seja dos Estados Unidos.

Ah! Mas ela nem verá meu site ou descobrirá.

Além de ser algo antiético, os robôs do Google já são capazes automaticamente de identificar conteúdos plagiados, caso o mesmo seja solicitado por um autor de uma arte em específico.

Oitavo caso: bancos de imagem pago, como Getty Images

Sabe quando você vê aquela imagem perfeita que casaria idealmente para seu artigo na web e ela apresenta a seguinte legenda ‘Credits: Getty Images’? Então… não use!

Ela é uma imagem protegida por direitos autorais e não pode ser reproduzida, a não ser que seja comprada para o específico uso.

Bancos de imagens pagos são comumente utilizados por grandes corporações e, em caso de uso indevido, processos podem ser legalmente movidos.

Getty Images, iStock, Shutterstock ou ainda DepositPhotos devem ser evitados, caso não se assine ou pague pelo serviço.

Portanto, sempre que ver uma imagem na web, investigue a origem e perceba se pode ou não ser utilizada. 

Para evitar problemas (e também sermos pessoas mais legais no ambiente virtual) é sempre bom checar, para não cair como o vilão de um caso como esse…

Gostou do artigo? Veja mais no nosso blog ou acesse nosso site: www.GoodAds.com.br
Sempre trazemos conteúdo relevante na área de Marketing Digital!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0
0